OBRAS.

Malhas que o Destino Tece

Livro com cinquenta e seis textos, dedicados a diferentes personalidades, tendo algumas deles um forte conteúdo autobiográfico. O que há em comum nessas personalidades é o facto de falarem português e de se terem cruzado de algum modo com o autor, num certo momento da sua vida. Nesta obra surgem as mais díspares figuras, entre as quais se podem citar, como exemplo: um embaixador brasileiro amigo de Portugal (Dário Moreira de Castro Alves); um ministro da educação; uma fadista (Amália Rodrigues); um pensador (Eduardo Lourenço); uma reclusa; um bisneto de Eça de Queirós; um político (Álvaro Cunhal); um ator brasileiro sósia de Fernando Pessoa; um humorista famoso (Jô Soares); um homem notável de convicções monárquicas (Henrique Barrilaro Ruas); uma africana dona de uma pensão na Guiné-Bissau; diferentes familiares e amigos do autor.

Com um título inspirado num verso do poema «O menino de sua mãe», de Fernando Pessoa, Malhas que o Destino Tece reflete um modo muito pessoal de sentir o mundo de língua portuguesa, ao mesmo tempo que faz o leitor viajar por diversas localidades, como Lisboa, Porto, Coimbra, Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Salvador da Baía, Bissau, Nazaré, Albufeira, Alcochete, Santa Maria, nos Açores, ou Monsanto, um dia considerada «a aldeia mais portuguesa de Portugal.»
__________
Malhas que o Destino Tece,
Publicado com o apoio do Elos Clube de Faro,
2012.

⮌ Obras.

© Jorge Chichorro Rodrigues. Todos os direitos reservados | Política de Privacidade
Desenvolvido por Bomsite