AUTOR.

"Nascido no dia 19 de março de 1958, no bairro típico da Graça, em Lisboa"

Jorge Chichorro Rodrigues  é nome literário de Jorge Manuel da Silva Costa Rodrigues. Nascido no dia 19 de março de 1958, no bairro típico da Graça, em Lisboa, passou a infância e a juventude a circular de terra em terra, devido à profissão do Pai. A falta de raízes foi compensada pelo conhecimento, quando ainda jovem, da diversidade do seu pequeno país: esteve no Minho, nos Açores, no Douro Litoral, na Estremadura, até «desaguar» em Oeiras, onde terminou o ensino secundário, cumpriu parte do serviço militar, e onde atualmente vive.

Licenciou-se no I.S.L.A. em Tradutor-Intérprete, esteve em África e no Brasil a ensinar Português e Inglês, além de ter exercido outras atividades, como a de guia turístico (em Foz do Iguaçu, Paraná, e em São Paulo). Regressado a Portugal, reinseriu-se no ensino público, fez uma nova licenciatura, em Línguas e Literaturas Modernas, variante Estudos Portugueses, na Universidade Autónoma de Lisboa, e depois defendeu, na Universidade Aberta, a dissertação de mestrado Da Comunidade Luso-Brasileira à Comunidade dos Países de Língua Portuguesa. Esta tese encontra-se publicada pelo Boletim da Sociedade de Geografia de Lisboa, de janeiro-dezembro de 1997.


A vivência em diferentes territórios de língua portuguesa, espalhados pelos dois lados do Atlântico, tem vindo a inspirar a sua obra, que se confunde em parte com a sua vida. Tem como modelos Camões, Pessoa e Agostinho da Silva, tendo conhecido este último pessoalmente. O seu lema é a abertura ao mundo, com respeito pela melhor tradição portuguesa, baseada no humanismo cristão e no universalismo, na curiosidade em conhecer as mais diversas culturas e as mais diferentes humanidades.

Além de vários livros publicados, do ensaio ao romance, passando pela poesia, traduziu do Francês A Grande Epopeia dos Celtas, de Jean Markale, entre outras obras, e tem artigos publicados sobre a comunidade lusófona em diferentes meios de comunicação social, nomeadamente no Diário de Notícias. Tem uma entrada sobre a CPLP (Comunidade dos Países de Língua Portuguesa) no Dicionário Temático da Lusofonia, publicado pela Texto Editora. Tem um poema da sua autoria incluído numa antologia de poemas de homenagem a Timor-Leste, publicada em 2002 pela Universitária Editora. 

Tem feito a revisão de alguns livros, nomeadamente d' Os Templários na formação de Portugal, de Paulo Alexandre Loução, publicado pela Ésquilo. 

Obteve três prémios, em prosa e em poesia, no Concurso Literário Internacional promovido para celebrar, em 2009, os cinquenta anos de Elismo.

"Obteve três prémios, em prosa e em poesia, no Concurso Literário Internacional promovido para celebrar, em 2009, os cinquenta anos de Elismo"

Publicou, com o apoio da editora Prelo, vários livros da coleção em que está envolvido, intitulada «Mestres da Língua Portuguesa». Os autores contemplados até ao momento são Fernando Pessoa, Cecília Meireles, Eça de Queiroz, Luís de Camões, José Craveirinha, Pe. António Vieira, Eugénio Tavares, Sophia de Mello Breyner Andresen, Almeida Garrett, Cesário Verde, Bocage, Pêro Vaz de Caminha, Florbela Espanca, Carlos Drummond de Andrade, Machado de Assis, e José de Alencar. O próximo autor a ser contemplado, em publicação que está para breve, será o Nobel da literatura José Saramago. A coleção propõe-se chegar, no mínimo, aos 25 títulos, chegando ao rei D. Dinis e a Gil Vicente, na Idade Média, e a um poeta ou escritor de Timor-Leste, abarcando todo o espaço lusófono e apresentando a viagem da língua até chegar à atualidade. O projeto tem em vista dar a conhecer à comunidade de língua portuguesa, particularmente às escolas e às instituições ligadas ao ensino e à cultura, em prosa poética, várias figuras marcantes das suas literaturas. 

 "A adaptação pelo Teatro Passagem de Nível do livro da coleção sobre Fernando Pessoa foi agraciada com o Prémio Ruy de Carvalho para o melhor espetáculo no Concurso Nacional de Teatro, em 2016. "

"A adaptação pelo Teatro Passagem de Nível do livro da coleção sobre Fernando Pessoa foi agraciada com o Prémio Ruy de Carvalho para o melhor espetáculo no Concurso Nacional de Teatro, em 2016. "

Faz palestras sobre temas culturais e literários, tendo já feito, por exemplo, uma palestra sobre Fernando Pessoa na universidade sénior da delegação da Cruz Vermelha, da Costa do Estoril, e outra no Clube Carnegiano de Lisboa, sobre a vida e a obra de Eça de Queiroz.

Recentemente o escritor Miguel Real apresentou a coleção no Palácio da Independência, e Renato Epifânio, presidente do MIL (Movimento Internacional Lusófono) fez o mesmo na histórica Livraria Ferin, em Lisboa. 

Trabalha atualmente na revisão de um seu próximo livro, O Poeta e a Justiça. Outro livro que pensa publicar em breve é O Sol e a Lua, composto por uma série de textos em forma dialogada, de carácter filosófico. Escreve diariamente no facebook assinando J.R. Tem vários outros trabalhos literários por publicar, em poesia e em prosa poética. Recentemente foi convidado para pertencer ao corpo redatorial da revista digital Livros & Leituras. A escrita e a leitura fazem parte do seu quotidiano. 

© Jorge Chichorro Rodrigues. Todos os direitos reservados | Política de Privacidade
Desenvolvido por Bomsite